Intervenções cirúrgicas

img-cirúrgica

Os procedimentos cirúrgicos para a eliminação das varizes são diversos mas todos eles consistem, em termos gerais, na supressão radical da rede venosa superficial afectada mediante a extirpação do maior número de veias varicosas possível. Estes são os principais:

Tratamento endoluminal com laser: É um tratamento alternativo à cirurgia convencional indicado para as venas varicosas maiores de 2 e 3 mm. Se realiza, em geral, sob anestesia local e consiste na introdução de um catéter de fibra óptica (tubo de 3 mm) no interior da veia afectada, controlado da mesma pela liberação de calor que produz o laser. Nestas venas varicosas está contraindicado o laser transcutâneo, já que a quantidade de calor necessária para eliminá-las queimaria a pele. Por suas características, este tratamento é o adequado para pessoas que tenham varizes recidivadas (recaída), pacientes com problemas de coagulação e doentes de idade avançada ou com um histórico médico específico que não permita caminhar trajectos mais ou menos largos. A intervenção dura uma média de 30-45 minutos. Uma vez terminada se procederá a colocar uma vendagem compressiva ou uma meia elástica para comprimir as zonas afectadas.

Flebectomia: Se utiliza, comumente, em pacientes que padeçam varizes de medio e grande calibre (as vezes, segundo os casos, este tratamento deve complementar-se com a aplicação de esclerosis para as varizes de menor tamanho). Consiste na eliminação das veias dilatadas mediante pequenas incisões de no más de 2 milímetros realizadas com um gancho de flebectomia que se inserta debaixo da superfície da pele para extirpar a veia varicosa. A recuperação, como em todos os tratamentos, será indicada como facultativo e dependerá das características do variz o varizes tratadas, mas é necesario usar meias de compressão graduada aproximadamente de duas a três semanas depois da cirurgia.

Safenectomía: É a retirada das veias varicosas que comprometem os eixos safenos ou seus territórios por meio de uma escisãototal ou parcial de uma veia safena. Se realiza com anestesia epidural e através de incisões mínimas. É necessário um dia de internação e costumam empregarse também para a obtenção de enxertos venosos nas intervenções de pontagem orto-coronário.

Cirurgia hemodinámica CHIVA As siglas CHIVA significam “cura conservadora hemodinâmica da insuficiência venosa ambulatória”. Esta cirurgia consiste em reconduzir o sangue, sem necessidade de extirpar as veias. Primeiro se realiza um estudo com ecodoppler para determinar os pontos estratégicos que desencadeiam as varizes ou as mantém. Após dito estudo se realiza a cirurgia nestes pontos específicos através de anestesia local. É uma operação simples -tem uma duração de uns 30 a 45 minutos-, ambulatória e com bons resultados.


Ganhe 5€ de boas vindas Inscreva-se e aproveite agora de 5€ de desconto e muitas outras ofertas